26 Março, 2017      10:15 GMT +1 Luanda

Angolana Sonangol negoceia com parceiros solução para receber navios-sonda

Enviar por E-mail Versão para impressão

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) está a negociar com os seus parceiros internacionais um novo modelo de negócio que permita o objectivo de colocar ao serviço, “em breve”, dois navios-sonda encomendados na Coreia do Sul, informou segunda-feira a estatal petrolífera angolana.

A Sonangol, em comunicado divulgado em Luanda, afirmou que esse objectivo “passa pela conclusão do processo de financiamento, selecção final de parceiros tecnológicos e por uma identificação de novas oportunidades de produção, etapas já comunicadas e discutidas com as companhias internacionais do ramo petrolífero que operam em Angola – ExxonMobil, Chevron, BP, ENI e Total.”

“O processo de transformação que tem estado a ser executado desde Julho de 2016 possibilita a criação de um ambiente de negócios mais favorável, reduz os custos da produção e facilita o acesso a reservas de menor dimensão, criando assim condições para um melhor aproveitamento dos recursos”, pode ler-se no comunicado.

Informação recentemente veiculada pela imprensa sul-coreana havia indicado que o grupo americano ExxonMobil poderia adiantar 879 milhões de dólares, verba necessária para que os estaleiros navais Daewoo Shipbuilding and Marine Engineering (DSME) libertassem as duas estruturas encomendadas pela Sonangol para a realização de furos de prospecção petrolífera.

O novo presidente executivo da empresa sul-coreana, Jung Sung-leep, disse que a Sonangol estava a negociar a obtenção de financiamento junto de dois a três grandes grupos do sector, sendo o ExxonMobil “o que se encontra melhor posicionado.”(Macauhub)

 


beyond_words
beyond_words