26 Março, 2017      10:15 GMT +1 Luanda

Programa de reestruturação em curso na angolana Sonangol permitiu poupanças substanciais

Enviar por E-mail Versão para impressão

O programa de reestruturação em curso na Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) permitiu a redução em metade dos custos logísticos da empresa, afirmou quarta-feira em Houston, Texas, a presidente do Conselho de Administração.

Isabel dos Santos, após defender que as empresas do sector devem voltar a concentrar-se na sua actividade principal, que é a exploração de petróleo e de gás natural, disse que os grandes objectivos da sua administração são o aumento da capacidade de fiscalização do Estado, enquanto principal accionista, aumento do lucro e da eficiência bem como da transparência, melhoria da gestão e reforço da posição de competitividade de Angola.

Reforçando a ideia de retorno à actividade principal, dos Santos citou exemplos de outras grandes empresas petrolíferas que estão a desinvestir em áreas marginais e a centrarem-se no negócio do petróleo e do gás natural.

Isabel dos Santos proferiu estas afirmações no decurso da conferência internacional de energia CERAWeek, a decorrer de 6 a 10 de Março em Houston, que reúne as maiores empresas mundiais do sector e que tem como tema “Ritmo de Mudança: Construir um Novo Futuro Energético.”

À margem da conferência, Isabel dos Santos disse à agência financeira Bloomberg que Angola apoia a possibilidade de prolongar para lá do primeiro semestre o acordo de cortes na produção de petróleo acordada pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

Os membros da OPEP e mais outros 11 países produtores de petróleo acordaram em 2016 reduzir a produção, o que levou a um aumento de 17% nos preços nos EUA durante as últimas cinco semanas do ano passado. (Macauhub)

 


beyond_words
beyond_words